CRMV-PA promoveu I Fórum Paraense de Discussão das Diretrizes da OIE Sobre Bem-Estar Animal em Bovinos

Postada em: 05/08/2016

 

O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Pará (CRMV – PA) promoveu, no dia 10 de junho, o I FÓRUM PARAENSE DE DISCUSSÃO DAS DIRETRIZES DA OIE SOBRE BEM-ESTAR ANIMAL EM BOVINOS, no auditório do CRMV, Belém/PA. O evento teve como objetivo a apresentação dos standards da OIE em conjunto com a CTBEA/MAPA, para avaliar as orientações de bem-estar propostas pela Organização e debater às demandas referentes ao bem-estar animal no Estado do Pará.

Estiveram presentes, o superintendente Federal de Agricultura (SFA/PA), Josenir Nascimento, a coordenadora da Comissão Técnica Permanente de Bem Estar-Animal do MAPA, Liziè Buss, a coordenadora de Produção Animal da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (SEDAP), Edith Mello; representando a Federação de Agricultura e Pecuária do Pará (FAEPA), Alacid Nunes Filho, o superintendente da Associação Brasileira dos Exportadores de Gado, Gil Reis e o secretário do Sindicato Rural de Santarém, Fernando Albert, juntamente com os conselheiros do CRMV-PA. Além de médicos veterinários, zootecnistas e demais profissionais que atuam em áreas ligadas a produção animal no Pará.

O Presidente do CRMV-PA, Dr. Edson Ladislau, realizou a abertura do Fórum, onde destacou a importância do evento para Estado. “O Pará está entre os Estados que possuem um dos maiores rebanhos bovinos do país, e é por isso, que, avaliar orientações de bem-estar como essas são tão importantes, para que possamos tentar com engajamento de todos, ampliar a capacitação dos profissionais envolvidos no mercado e melhorar os processos da cadeia produtiva.” – disse o presidente.

Em seguida, o presidente do Grupo de Trabalho do CRMV, Dr. Leônidas Olegário, relatou como o GT se organiza dentro da Instituição, explicou ainda a metologia do Fórum e a pertinência do referido debate para entender as normas internacionais propostas.

A Coordenadora do CTBEA/MAPA, Liziè Buss, iniciou as apresentações com palestra sobre as estratégias da OIE para o bem-estar animal. A coordenadora ressaltou a relevância e o objetivo de se avaliar as diretrizes da OIE. “Nós precisamos levar ao setor produtivo e principalmente aos colegas que trabalham no campo, o que a OIE tem de diretrizes para o trabalho dos serviços veterinários e para o bem estar animal. A OIE já tem desde 2005, “standards”, que são diretrizes e recomendações, que precisam ser considerados na hora de elaborar normativas e procedimentos de boas práticas, e determinar a forma de trabalho no campo tanto do setor privado quanto no setor veterinário e é, por isso que nós estamos fazendo essas apresentações.”

Na sequência, os fiscais federais agropecuários Carine Oliveira Alves e Ivo Amorim, ambos da Comissão Técnica Permanente de Bem-Estar Animal CTBEA/ MAPA, apresentaram os capítulos da OIE: “Bem-Estar Animal e Sistemas de Produção de Gado de Corte” e “Bovinos de Leite”, onde explicaram os conceitos, definições, critérios e recomendações para o bem-estar animal de acordo com as normativas atuais.

Diante do que foi exposto no evento, os profissionais presentes puderam debater e deixar suas experiências e contribuições sobre as suas realidades e expectativas para o futuro da agropecuária no Pará e no Brasil, além de avaliar as diretrizes vigentes.

Fonte:ASCOM/CRMV-PA